Leandro Mc – CARTA PARA O PAPAI NOEL (2014)

http://youtu.be/2KOfG70Witg

Aqui fica minha mensagem de natal para todos vocês inscritos e não inscritos do canal, fiz este trabalho com muito carinho, espero que gostem do resultado. A Letra/Download/Contato deixei na descrição abaixo, desejo aqui um feliz natal para todos e até o próximo vídeo, SE INSCREVAM NO CANAL e se possível, curtam/compartilhem para ajudar na divulgação, obrigado galera!

Download MP3 ► http://mediafire.com/?4n6kc6e4ujunmrp

Letra/Voz/Mix/Master ► Leandro Amorim Kanashiro (Leandro Mc)
Produção Instrumental ► Kalash (França)
Me Sigam ► http://facebook.com/LeandroMcOFICIAL
Fan Page ► http://facebook.com/RedublagensM1LGR4U
Canal de Paródias ► http://youtube.com/ZoeirasNeverEnds

(LETRA)

Papai noel, tô te escrevendo essa carta
Pra você ler no natal quando vier na minha casa
Não quero pedir nada, não quero ganhar presente
Espero que leia a carta e não rasga na minha frente

Só peço que a minha gente tenha um ano em paz
Já chega de sofrer porque viver sem ideais
Não da mais, todos anos consecutivos, iguais
Uma hora chega e cansa, né rapaz?

Já esperei demais, todo ano te pedia
Cheguei a me perguntar, “será que você existia?”
Não queria, ou simplesmente em vão acreditar
Em alguém que não me respondia, não me ouvia, sei lá…

Não quero te ocupar, não, longe disso
Mas tentei me comportar e o senhor nunca viu isso
Foi omisso, desde o início sem compromisso
Espero que nenhuma criança, também passe por isso

(Refrão)

“Papai noel, não quero pedir nada
Só espero que o senhor olhe também pra as quebradas
Porque ta feio, treta, morte e tiroteio
Enchentes no final do ano, fome, pobre sem recreio

Papai noel, não quero mais presente
Só peço que o senhor olhe bem mais pela gente
A nossa gente, carente, humilde e decente
Que só merece dias melhores no ano recente”

Papai noel me diz porque todo natal que passa
Não muda nada, continua essa mesma desgraça
Gente que a perde a casa, gente que passa fome
Gente que mata alguém de graça sem saber o nome

Mais uma briga dentro do bar da esquina
De dois caras que estavam comemorando a data natalina
Culpa da cocaína? ou do álcool no sangue?
Não interessa a cena é essa, bang-bang!

É como um boomerang, vai e volta a mesma fita
Todo ano se repete, só tragédia nessa vida
Ninguém mais acredita, que o bem pode reinar
Na mente das pessoas que nasceram com uma tendência má

Eu não posso julgar, então peço pra o senhor
Que de um coração de presente, pra quem errou

(Refrão)

“Papai noel, não quero pedir nada
Só espero que o senhor olhe também pra as quebradas
Porque ta feio, treta, morte e tiroteio
Enchentes no final do ano, fome, pobre sem recreio

Papai noel, não quero mais presente
Só peço que o senhor olhe bem mais pela gente
A nossa gente, carente, humilde e decente
Que só merece dias melhores no ano recente”

Todo natal é sempre a mesma falsidade
Gente te abraçando, te desejando felicidade
Prosperidade, tudo de bom e de melhor
Mas no outro dia, nem bom dia, passa e disfarça sem dó

É o que pior, é o fim do ano na sequência
A mesma história volta e de volta com a indiferença
Ter paciência e o mínimo de intêligencia
Te faz melhor pra você não cair, na inocência

Não importa a sua crença, sua cor, religião
Papai Noel, aqui o cifrão é tua salvação
Não existe união, só existe pilantragem
E se não tiver condição? o senhor não da viagem!

Não traz bagagem, e nem presentes pra ninguém
É como evitar a polícia e contar com o superman
Nunca vêm, também cê deve ta muito ocupado
Dentro de um shooping center, fazendo porta-retrato

(Refrão)

“Papai noel, não quero pedir nada
Só espero que o senhor olhe também pra as quebradas
Porque ta feio, treta, morte e tiroteio
Enchentes no final do ano, fome, pobre sem recreio

Papai noel, não quero mais presente
Só peço que o senhor olhe bem mais pela gente
A nossa gente, carente, humilde e decente
Que só merece dias melhores no ano recente”

Papai noel, não quero mais presente
Só peço que o senhor olhe bem mais pela gente
A nossa gente, carente, humilde e decente
Que só merece dias melhores no ano recente”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *