RAP DO ZOERO – Swamp Mano

http://youtu.be/BOpg2qsf584

Letra/Voz/Mix/Master ► Leandro Amorim Kanashiro (Leandro Mc)
Download MP3 ► http://mediafire.com/?ctundez2x3jnram
Redublagens M1LGR4U ► http://Facebook.com/RedublagensM1LGR4U
Canal de Paródias ► http://youtube.com/ZoeirasNeverEnds

(LETRA)

Ta exaltado fera? então acho melhor parar
Se não a praça é nossa, mano, vai te contratar
Você sabe zoar, manja dos paranauê
Melhor o SBT ficar de olho em você
Quando eu crescer eu quero ser igual você
Até contei pra minha mãe e ela mandou te agradecer
Não sei se você vai ver, não sei se vai me escutar
Pra mim, será um honra se você só comentar (háá)
Se quiser compartilhar com os amigos
Ficarei eternamente grato, agradecido
Te considero, admito… Você é mais que um mito
Pra o universo, um exemplo vivo
Ta aí… eu admiro um cara assim
Que apesar de feio sabe ser zoeiro, sim
Enfim… Espero que não tenha fim
Porque a zoeira “never ends”
Menos ela não sendo pra mim
Você tem talento de sobra
Se eu fosse o Carlos Alberto de Nobrega
Te contrataria na hora, da hora
Tudo isso aí que cê falou
Segura esse meu like, fera e cuide bem com amor, morôu?
Você passou, no teste da zoeira
Ta aqui o seu contrato, começa na quinta-feira
Você fala muita asneira…
E isso é produtivo pra um programa
Com humor de terceira (hahaha)
Besteira? que nada, isso é gênial!
Aposto que as novinhas pra você, paga mó pau (uau)
Estilo Racionais, artigo 157
As cachorras te amam, e os playboy sê derretem

É… e as cachorra se derretem
Vendo esse moleque zoando na internet
Mas na real ele não passa de um nerd
Cheira a leite ninho e agasalha o croquete
Faz brincadeira no chat, só pra te printar
Depois compartilha no face só pra te trollar
Envia pra várias páginas…
Na esperança de uma delas o bagulho, postar (hum…)
Vêm perguntar, “cadê as pepeka?”
Mas nunca na vida, viu… uma boca banguela
Um zé roela que só paga de transão
Mas nunca viu uma xoxota, só no clique do botão
Do mouse, e d o dia que nasceu
Quando a mãe dele fez sexo e foi o pai que comeu
Não engana eu, sua fama de bacana
Volta pra sua cama com seu piajama de banana

É… eu zoero no bagui, ta achando ruím
Moleque, então me exclui…
Não te pedi pra você vir me adcionar
Tudo bem, te adcionei mas você foi aceitar…
Agora aguenta meu ‘haha’, meu ‘gluglu’
Eu sou Serginho Malandro, vai chorar meu xuxu?
Pode chorar que o choro é livre
Meus amigos, me defendem porque na internet é simples
Pra te mostrar que sou zoeiro
Vou denunciar, o seu perfil do facebook vamos derrubar
E todo status que você compartilhar
Eu vou postar uma fotinha junto, pra tumultuar
Haha… eu sou zoeiro, pra carai!
Quem levar uma comigo, toma ban, logo cai
E nunca mais, dúvida do meu poder
Porque aqui é cdc de uma page no face, e você?

Ahhh… Moleque se orienta
Você é um retardado e seus pais que te sustenta
Não representa, na pancada não aguenta
Mas fica tirando onda nessa internet lenta
Só faz ofensa, mas comigo ele nem tenta
Ficar no prejuízo, sem moral não compensa (né não?)
Então atenta, me atormenta e se ausenta
Quando chamo pra porrada, ele vaza (coerência?)
Eu não me engano, ninguém passa pano
Na rua pra otário que fica causando
Fica brigando no mundinho virtual
Sem ganhar nenhum real, mas que comédia, paga pau!
Manda geral, te defender mas na moral
Sua defesa é virtual, e meu ataque é pessoal
Ta ligado, eu sou mau…
Leandro Mc, mandando a real… (uau)
A zoeira é legal tchau.
Redublagens M1LGR4U

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *